Gandham Kiran só tem 18 anos e já passou por uma experiência de quase morte. Médicos disseram que o cérebro dele estava morto no último dia 3 e que os aparelhos que o mantinham vivo deveriam ser desligados. Mas sua mãe não acreditou no diagnóstico e determinou que o suporte a vida continuasse

O caso ocorreu em Telangana, na Índia

Gandham tinha dengue e icterícia, além de hepatite B e sua situação estava crítica

Dois dias depois, algo aconteceu: a mãe de Gandham notou que lágrimas desciam de seu rosto

LEIA TAMBÉM: Homem agride esposa após ela fazer comentários negativos no YouTube

O médico responsável pelo plantão, Rajababu Reddy, foi chamado e registrou que o jovem ainda estava vivo

“Ele teve um pulso muito fraco. Eu imediatamente contatei seu médico em Hyderabad e o informei sobre a situação”, afirmou Reddy

O médico o aconselhou a dar quatro injeções de uma substância específica

NÃO PERCA: Segurança registra série de eventos paranormais em crematório

Segundo os jornais locais, a situação de Gandham começou a melhorar aos poucos

No dia 7 ele já estava estável, totalmente fora de perigo

Dia 9 ele começou a conversar com a mãe, que disse estar profundamente agradecida com a melhora do filho, que seria cremado um dia depois do desligamento dos aparelhos, se ela tivesse autorizado

VALE SEU CLIQUE: Parto do terror! Aranha cai do teto e dá à luz a um ‘exército’ de filhotes

Sidamma, mãe de Gandham, perdeu o marido em 2005 e afirmou que não queria sofrer novas perdas

Também na Índia, um homem foi declarado morto, mas acordou antes do funeral. Veja a seguir1

Um homem foi declarado pelos médicos de um hospital privado da Índia, depois de sofrer um acidente não especificado em uma estrada e ter sido internado no local. No entanto, quando estava a caminho do funeral, ele despertou

De acordo com o jornal The Times of India, familiares e amigos de Furqan, como o paciente foi identificado, aguardavam a chegada do corpo na casa onde moram, em Indiranagar

OLHA ESSA: Vespas com ninhos do tamanho de carros aterrorizam cidades inteiras

No entanto, assim que a ambulância com o então defunto chegou ao local, pequenos chiados foram ouvidos pelos presentes

E para a surpresa geral, Furqan começou a se movimentar assim que foi retirado do veículo
Vale o clique: Casal abandona casa após ouvir ‘gritos de crianças’ no porão

A atmosfera melancólica logo se transformou em perplexidade. Os preparativos fúnebres foram deixados de lado para que o indiano fosse levado de volta ao hospital

Ao chegar no setor de emergência, Furqan foi imediatamente colocado no suporte de oxigênio. Mas, acabou sendo encaminhado para outra instituição de saúde, devido à indisponibilidade de outro aparelho necessário para a sua recuperação

Leia mais! Idosa a caminho da hidroginástica acaba com carro dentro da piscina

De lá, ele ainda migrou para uma clínica particular, onde permanece internado. Segundo Mohd Irfan, irmão mais velho do paciente, quando a família informou aos médicos que estava sem dinheiro, Furqan foi declarado morto

Narendra Agarwal, responsável pelo setor médico do hospital que atestou o falecimento do indiano, disse que uma investigação sobre o caso está em andamento

Veja também: Homem morde cão policial após ‘comportamento anormal’ em hotel

A clínica onde Furqan recebe atendimento informou que “o paciente está em estado crítico, mas definitivamente não apresenta morte cerebral”

NÃO VÁ EMBORA AINDA: A história da orangotango Sandra, que se tornou uma ‘pessoa’

Mais Detalhes