Segundo a polícia, eles saíram de moto de um bar e começaram a brigar. A jaqueta do suspeito estava suja de sangue e abandonada próxima a uma faca em uma mata. PM encontrou marcas de sangue na moto do suspeito e uma faca escondida em uma mata
PM/Divulgação
Um homem foi preso na noite de sábado (13) suspeito de matar a mulher durante uma briga, em Aparecida de Goiânia. A polícia achou uma jaqueta dele suja de sangue e uma faca em uma mata próximo ao local do assassinato. Ao ser abordado, disse que o ex-marido da vítima tinha cometido o crime.
Flávia de Souza, de 33 anos, e Joani Bitu Júnior, de 40, estavam tinham saído de moto de um bar. Ao passarem pela Via Primária, no Jardim Eldorado, começaram a brigar. De acordo com a polícia, o homem desceu e esfaqueou a mulher, que morreu no local.
O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito até a publicação dessa reportagem.
Ele foi preso quando a Polícia Militar passava pelo local e viu o corpo da vítima no chão e Joani próximo.
“Ele disse que tinha sido perseguido por três pessoas, que eles teriam esfaqueado a vítima e uma dessas pessoas era o ex-marido dela. A Polícia Militar foi até a casa desse ex, mas ele estava dormindo o tempo todo lá e várias testemunhas confirmaram o fato”, explicou o delegado Álvaro Melo.
Ao fazerem buscas pela região de mata, encontram a jaqueta do suspeito suja de sangue e uma faca bem próxima. A filha da vítima, de 15 anos, reconheceu que a roupa era do suspeito. Mesmo negando o crime, Joani foi preso em flagrante por feminicídio.
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

Mais detalhes