Aparecimento de animal em imóveis tem preocupado moradores nos últimos meses. Aparecimento de cobras e casas preocupa moradores de Santa Rita do Sapucaí, MG
Moradores de Santa Rita do Sapucaí (MG) estão preocupados com os recentes aparecimentos de cobras em casas na cidade. Desde janeiro, foram pelo menos 21 registros de captura destes animais em imóveis e terrenos.
Uma das casas é do seu Benedito, de 84 anos. O idoso, que tem problemas de visão e audição, saía de casa quando viu a cobra entrando pela porta. Ele chegou a pegar um objeto para afastar a cobra, mas o animal se escondeu em um sofá. Foi preciso pedir ajuda aos vizinhos.
“Ele viu a cobra e ia matar sozinho. Meu irmão estava passando e pediu para mim e minha irmã ajudar, só que não tinha como. A hora que minha mãe viu, ela pediu para ligar para a Defesa Civil e eles vieram muito rápido”, contou a dona de casa Janaína de Cássia Vilela.
A captura da cobra da espécie jararaca foi feita pela Defesa Civil em parceria com a Guarda Civil Municipal. Ela foi levada ao serpentário da Polícia Ambiental.
Outro caso, ainda mais grave, foi com outra idosa. Ela foi picada por uma cobra cascavel na cidade no dia 10 de maio. O veneno se alastrou pela corrente sanguínea. A idosa sofreu três paradas cardíacas e morreu.
Cobra foi capturada em casa de idoso em Santa Rita do Sapucaí (MG)
Reprodução/EPTV
“Foi fazer exame de sangue, de urina. Até sair o resultado já era quatro horas da tarde, foi onde que transferiu pra Pouso Alegre com urgência. Chegou lá, aplicou 20 ampolas com soro contra o veneno, mas não adiantou mais”, contou a dona de casa Benedita Sueli de Souza.
Segundo a guarda, o motivo para o aparecimento dos animais pode estar ligado ao desmatamento ou a fatores como queimadas. “Tira daquela área o habitat deles e eles vão para o meio urbano”, contou o comandante Marcos Roberto Barros.
Em caso de picada, é preciso seguir algumas instruções, segundo a Polícia Ambiental. “Sendo picado pela serpente, busque identificar o tipo de serpente que realizou. Se é cascavel, se é jararaca. Isso vai inclusive facilitar o serviço médico de aplicação de soro”, contou o tenente Carlos Henrique Rodrigues.
A polícia também informou que matar cobras é crime ambiental. O ideal é acionar algum órgão competente. “Isola o local, aciona o Corpo de Bombeiros ou polícia”, detalhou o tenente.
Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas

Mais detalhes