A funcionária de uma lanchonete do McDonald’s em Melbourne, na Austrália, levou um jato de extintor na cara após ter sido assediada por clientes

Em entrevista ao canal Nine News, Kimberley Friend, 21, contou que dois carros pararam no no drive-thru do local na madrugada do último sábado (8)

Segundo ela, três homens e uma mulher a insultaram e foram embora. Um deles chegou a dizer que ela “parecia estar gostosa”

No entanto, o grupo retornou para atacá-la. Imagens da câmera de vigilância mostram a moça inclinada em uma das janela…

Bombou no HORA 7! Jovem vende plasma sanguíneo toda semana para fazer compras

… quando uma nuvem de poeira branca invade o restaurante

Leia mais! ‘Mancha negra’ no céu da boca de bebê leva mãe do terror às risadas

“Foi tão rápido, inalei imediatamente. Pensei que era veneno”, disse Kimberley

“Não foi piada. Foi malicioso e sujo”

Veja também: Homem vê dedo virar ‘balão de sangue’ após picada de cascavel

Steve Friend, o pai da jovem, afirmou ao Daily Mail Austrália que a filha teve sorte de não ter se ferido gravemente

No entanto, Kimberley ficou com dor de gargante após o incidente, além de estar profundamente abalada com a situação. O caso sob os cuidados das autoridades locais

Vale o clique: 

“Esse tipo de comportamento é inaceitável e estamos trabalhando com a polícia para investigar”, declarou um porta-voz do McDonald’s

Já na Irlanda, uma levantadora de peso responde a um assédio com um SOCO NA CARA do agressor. Entenda a seguir!

Uma levantadora de peso foi assediada por um homem durante visita a Dublin, na Irlanda, e não pensou dua vezes: deu um soco na cara do agressor!

Leia mais! Morador seminu usa instrumento de sopro aborígene para impedir ladrão

O valentão não imaginou que a americana Leanna Carr é uma verdadeira atleta ao de ter tomado essa atitude totalmente condenável

De acordo com tuíte postado por Leanna, ele não apenas apertou a bunda dela na rua como começou a rir histericamente e disse: “Você é uma americana, provavelmente gostou disso”

Veja também: Morador de rua volta à faculdade 40 anos depois de abandonar estudos

“Aparentemente viajar sozinha me fez uma pessoa melhor. Minha primeira reação foi socá-lo na cara”, contou

A história da levantadora de peso rapidamente viralizou. O tuíte alcançou mais de 26 mil curtidas e 3,3 mil compartilhamentos

Vale o clique: Casal descobre ter sido intoxicado em resort onde já morreram três

“Sinto muito que isso tenha acontecido com você e, especialmente, lamento ter acontecido com você em minha cidade natal”, respondeu uma internauta

“Você é a minha heroína”, exaltou outra

Leia mais! Matador de galinhas nu é preso após roubo e perseguição com machado

“Nunca fui uma pessoa violenta e nunca soquei ninguém antes”, contou Leanna ao jornal The Irish Independent

“Mas fiquei tão brava e senti tanta adrenalina que a minha reação foi dar um soco nele. Pegou bem forte na bochecha”

Veja também: Médicos retiram dente de testículo de adolescente: ‘Caso único’

Ela também explicou que, caso a situação tivesse acontecido em um local que não fosse público, dificilmente teria reagido da mesma maneira

No entanto, como o assédio foi à luz do dia e numa via movimentada, Leanna decidiu dar uma lição no covarde

Vale o clique: Traficante esquece mochila cheia de drogas com nome e endereço

Alguns internautas duvidaram da história nos comentários do tuíte e a americana fez questão de respondê-los

“Talvez você não tenha visto, mas isso não significa que não tenha acontecido”

Leia mais! Tomou?! Vítima de ladrão de leite se vinga urinando em garrafa

“Não importa em que país você esteja. O assédio sexual acontece todos os dias e a maioria das mulheres não sabe a maneira correta de responder”, analisou Leanna

“No passado, eu provavelmente teria me sentido muito chocada e tímida para ter lidado com a situação. Provavelmente teria simplesmente ido embora… E esse homem teria continuado a atacar mulheres inocentes”

Veja também: Resgate caseiro! Mulher entalada em carrinho é salva com faca de pão

“Espero encorajar mais mulheres a se sentirem confortáveis e capazes de se defenderem por si mesmas, caso isso aconteça com elas”, finalizou

Não vá embora! Alarme falso: corpo que boiava em rio era apenas bêbado dormindo

Mais Detalhes